quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Armazenar bolotas sem problemas (1)

O armazenamento de bolotas é sempre um pouco problemático pois são sementes que necessitam de manter um elevado nível de humidade no seu interior. Ao contrário do que sucede com outras (as dos cereais, por exemplo) em que a germinação ocorre  mesmo após desidratação, o embrião presente em cada bolota mantém-se vivo apenas se houver água suficiente nas suas células.

 Como temos bolotas de várias espécies, imergimo-las em várias caixas.
Para mantermos a temperatura do banho-maria, realizamos este procedimento numa mala térmica.

Mas não é só o embrião que agradece a presença de água. Os ovos de muitos artrópodes (principalmente insetos)  eclodem e permitem o desenvolvimento dos bicharocos que se deliciam com o conteúdo das bolotas. O resultado é a "criação" de lagartas gordas e alegres! Sendo o nosso objetivo o seu armazenamento, não é nada agradável abrirmos uma caixa e encontrarmos mais lagartas que bolotas... ainda por cima com muitas estragadas por servirem de almoço e jantar para este bicharocos.

A temperatura da coluna de água é maior em cima do que em baixo...
...tentar manter as temperaturas entre os 42-45ºC

Acresce que se as bolotas forem guardadas num ambiente relativamente quente tendem a germinar antes de as semearmos. O calor é também um grande amigo dos bicharocos. A solução pode passar por armazenar as bolotas no frigorífico, mas para isso temos que nos livrar dos visitantes indesejados. Ainda para mais porque estes comilões têm uns dentes afiados (na realidade são peças bucais especializadas - aparelho bucal insetos) capazes de perfurar mesmo a caixa de plástico mais resistente. A solução para este problema chama-se termotratamento.

Armazenamento das bolotas no frio

Não é nada complicado termotratar as bolotas. Basta colocá-las em água quente (cerca de 42-45ºC) durante 2-3 horas. A esta temperatura e com este tempo de imersão, as bolotas continuam de boa saúde, coisa que já não se aplica aos bicharocos, que por serem metabolicamente mais ativos, não suportam tanto tempo de ausência de oxigénio a esta temperatura. As bolotas termotratadas têm maior probabilidade de germinarem mais precocemente, muito provavelmente devido ao amolecimento que a casca sofre durante o termotratamento, mas a sua posterior colocação no frio evita este acontecimento.

Nos próximos dias continuaremos a desenvolver este assunto. Até lá deixamo-vos aqui alguns posts antigos relacionados com este tema:
Armazenamento de bolotas - 15/11/2012
Armazenamento de bolotas - 16/11/2012
Seleção e termotratamento 6/11/2012
Germinação de bolotas termotratadas - 2/07/2012
Desenvolvimento precoce? - 13/02/2012
Termotratamento prejudicial? - 8/02/2012
Dispositivo de aramazenamento - 19/10/2011

Sem comentários:

Publicar um comentário