segunda-feira, 17 de setembro de 2018

O parque da Fundação Serralves - levantamento georeferenciado das árvores e arbustos

O parque da Fundação Serralves, na cidade do Porto, possui um extraordinário conjunto botânico.

Apesar de no nosso país existirem muitos e bons jardins botânicos, neste parque foi realizado um levantamento georeferenciado das suas árvores e arbustos. Além de diversas espécies exóticas, neste local encontram-se também muitas espécies autóctones, em particular, carvalhos (género Quercus).


A identificação de espécies no meio natural é, frequentemente, complexa e requer um nível de conhecimentos que demora a adquirir.

Uma das vantagens dos jardins botânicos é que num espaço relativamente pequeno e com bom acesso pedonal se podem descobrir e contemplar muitas espécies de plantas com a facilidade de, na maioria dos casos, muitos espécimes se encontrarem identificados.

Um percurso num destes parques, acompanhados de um pequeno guia de árvores e arbustos, e de uma máquina fotográfica, torna-se numa pequena mas enriquecedora "expedição" natural.

Mas o motivo que nos levou a criar este post foi o facto de para este parque se encontrar on-line um levantamento georeferenciado da sua flora, o que permite uma experiência ainda mais enriquecedora ou, alternativamente, que se descubram as espécies presentes sem a nossa presença física.

Para tal, podemos aceder ao site da Fundação Serralves e na página inicial encontramos o separador Parque. Ao selecionarmos Flora do Parque encontramos no final da página o link Levantamento georeferenciado das árvores e arbustos do Parque

Ao realizar-se uma pesquisa livre do género Quercus, obtemos todas as ocorrências dos diversos carvalhos (autóctones e exóticos).

A georeferenciação encontra-se complementada com várias informações, tais como a descrição morfológica, época de floração, aplicações, entre outras (deixamos aqui, como exemplo, o link para o carvalho-cerquinho).


 

Sem comentários:

Publicar um comentário