quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Importância ambiental do carvalho-negral: solo e água

Recolha de bolotas de carvalho-negral (Quercus pyrenaica) pela turma do 11ºA
Outubro de 2009
Muitos são "repetentes" do projecto "Um milhão de carvalhos para a Serra da Estrela" no ano lectivo 2007/2008

O carvalho-negral (Quercus pyrenaica) desenvolve-se bem em solos soltos, arenosos, de origem granítica ou xistosa e, preferencialmente, ricos em água.

Não tolera solos de origem calcária.

Frequentemente ocorre em lameiros e margens de ribeiras juntamente com outras árvores como, por exemplo o freixo (Fraxinus angustifolia).

A sua presença possibilita a instalação de um estrato herbáceo rico e abundante.

A queda das suas folhas permite uma boa acumulação de matéria orgânica no solo.

Estes factores juntos permitem a manutenção e desenvolvimento do solo, assim como a retenção de água ao longo de todo o ano.

Mais uma vez se salienta a importância ambiental desta árvore. Permite uma grande biodiversidade, mantém o solo, retém água o que permite a recarga constante dos lençóis freáticos, sendo um agente retardador da propagação do fogo.

Sem comentários:

Publicar um comentário