quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Armazenamento de bolotas - um novo dispositivo

Um dos principais objetivos deste blog é a partilha de experiências de todo o tipo de trabalhos que se podem desenvolver na germinação e propagação de carvalhos autóctones. A experiência e a experiementação dão-nos sempre ideias para inovações. Por vezes conseguimos, mas nem sempre.
Deixamo-vos aqui um novo método para o armazenamento de bolotas...

Geralmente, a quantidade de sementes que podemos recolher é bastante elevada, mas a sua guarda prolongada causa-lhes desidratação e as lagartas que nelas se desenvolvem produzem imensos estragos. Já nos aconteceu que no espaço de 3 semanas mais de 60% das bolotas recolhidas se deterioraram irremediavelmente.

Uma das soluções para o seu armazenamento é a colocação num frigorifico. O frio inibe o desenvolvimento de lagartas, mas não na sua totalidade. O ambiente dentro deste electrodoméstico é um pouco agressivo para as bolotas na medida que facilmente as desidrata. Mas os maiores problemas são o pouco espaço disponivel que o frigorifico de nossa casa nos oferece e o surgimento totalmente indesejado de lagartas no seu interior - estas lagartas conseguem mesmo roer um saco.

Queremos armazenar uma grande quantidade de bolotas, mantendo-as num ambiente com elevada humidade e livrar-mo-nos das lagartas. Estamos a experiementar um dispositivo que, aparentemente, responde a estes desafios.

Este dispositivo é bastante simples de montar. É necessário apenas um balde (ou outro contentor), um saco de rede, um pano e um pouco de água.


Após a seleccção das bolotas em água (as boas ficam no fundo), examine-as novamente para eliminar as que apresentam furos. As restantes coloque-as dentro do saco de rede, sem as deixar secar.
Prenda o saco de rede à asa do balde de modo a que a sua parte inferior fique a cerca de 10 cm do fundo do balde. Despeje água de modo a obter um nível com cerca de 5 cm de profundidade. Tape com um pano. Acondicione o recipiente num local fresco, escuro e com alguma humidade, tal como uma garagem

Este dispositivo permitiu que a humidade no seu interior permanecesse cerca 30-40% acima da humidade relativa do ar circundante (esta medição foi efetuada com um higrómetro). Para além disso, as lagartas que saem das bolotas não se espalham na divisão onde se encontram as sementes pois caem para a água. Não observámos desenvolvimento de fungos nas bolotas. No espaço de duas semanas as perdas foram inferiores a 2%. Ainda desconhecemos a eficácia deste mecanismo para o armazenamento a longo prazo (até à primavera), mas a curto prazo (armazenamento durante 1 mês) parece-nos ser eficaz.

Sem comentários:

Publicar um comentário